O vice-presidente da Aprece, Nilson Diniz, fez uma análise pessimista da situação econômica das prefeituras do Ceará, durante evento realizado em Juazeiro, no último dia 9. Para Nilson, que é prefeito de Cedro, “as prefeituras já estão quebradas”, ao analisar setores como Educação e Saúde, que estão sendo subfinanciados pelo Governo Federal, segundo ele, deixando um custo alto para os municípios.

Programas como o Saúde da Família não estariam se pagando e recursos do Fundeb não conseguem pagar, sequer, as folhas de servidores. O debate aconteceu na tentativa de preparar prefeitos para a Marcha à Brasília, a ser realizada nos próximos dias 19 e 20 de novembro. Estiveram no evento, prefeitos, secretários e assessores dos municípios do Cariri.

O vice-presidente da Aprece, Nilson Diniz, fez uma análise pessimista da situação econômica das prefeituras do Ceará, durante evento realizado em Juazeiro, no último dia 9. Para Nilson, que é prefeito de Cedro, “as prefeituras já estão quebradas”, ao analisar setores como Educação e Saúde, que estão sendo subfinanciados pelo Governo Federal, segundo ele, deixando um custo alto para os municípios.

Programas como o Saúde da Família não estariam se pagando e recursos do Fundeb não conseguem pagar, sequer, as folhas de servidores. O debate aconteceu na tentativa de preparar prefeitos para a Marcha à Brasília, a ser realizada nos próximos dias 19 e 20 de novembro. Estiveram no evento, prefeitos, secretários e assessores dos municípios do Cariri.

e-Política
MadsonVagner
Aprece denuncia falência de prefeituras cearenses

O vice-presidente da Aprece, Nilson Diniz, fez uma análise pessimista da situação econômica das prefeituras do Ceará, durante evento realizado em Juazeiro, no último dia 9. Para Nilson, que é prefeito de Cedro, “as prefeituras já estão quebradas”, ao analisar setores como Educação e Saúde, que estão sendo subfinanciados pelo Governo Federal, segundo ele, deixando um custo alto para os municípios.

Programas como o Saúde da Família não estariam se pagando e recursos do Fundeb não conseguem pagar, sequer, as folhas de servidores. O debate aconteceu na tentativa de preparar prefeitos para a Marcha à Brasília, a ser realizada nos próximos dias 19 e 20 de novembro. Estiveram no evento, prefeitos, secretários e assessores dos municípios do Cariri.

16/11/2018 | Madson Vagner

O vice-presidente da Aprece, Nilson Diniz, fez uma análise pessimista da situação econômica das prefeituras do Ceará, durante evento realizado em Juazeiro, no último dia 9. Para Nilson, que é prefeito de Cedro, “as prefeituras já estão quebradas”, ao analisar setores como Educação e Saúde, que estão sendo subfinanciados pelo Governo Federal, segundo ele, deixando um custo alto para os municípios.

Programas como o Saúde da Família não estariam se pagando e recursos do Fundeb não conseguem pagar, sequer, as folhas de servidores. O debate aconteceu na tentativa de preparar prefeitos para a Marcha à Brasília, a ser realizada nos próximos dias 19 e 20 de novembro. Estiveram no evento, prefeitos, secretários e assessores dos municípios do Cariri.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: