e-Política
MadsonVagner
Câmara de Crato vai entrar na briga pela Faculdade de Medicina

O anúncio das quatro faculdades de medicina para o Ceará, sem a presença do Crato, gerou dúvidas sobre sua viabilidade e um debate com relação as competências dos envolvidos na articulação. O primeiro a se manifestar sobre o assunto é o presidente da Câmara de Crato, vereador Florisval Coriolano (PRTB). Ele garante que o Poder […]

13/03/2018 | Madson Vagner

O anúncio das quatro faculdades de medicina para o Ceará, sem a presença do Crato, gerou dúvidas sobre sua viabilidade e um debate com relação as competências dos envolvidos na articulação. O primeiro a se manifestar sobre o assunto é o presidente da Câmara de Crato, vereador Florisval Coriolano (PRTB). Ele garante que o Poder Legislativo não abrirá mão do equipamento e vai entrar na briga para a liberação.

Florisval disse, em entrevista ao Jornal do Cariri, que foi gerada uma grande expectativa com relação a vinda da faculdade e que todos que assumiram responsabilidades terão que dar respostas. “Enquanto Poder representativo, não podemos aceitar que a população tenha sua expectativa frustrada por questões políticas e de competências,” disse.

O presidente revelou que vai procurar a gestão municipal, lideranças estaduais e o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB), para pedir o engajamento na causa. Florisval vai propor a criação de uma comissão com representantes dos poderes Executivo e Legislativo, além da sociedade civil e comercio para identificar os problemas e articular politicamente a liberação da faculdade.

Na última semana, dia 8, o ministro da Educação, Mendonça Filho, confirmou a instalação das faculdades de medicina para as cidades de Iguatu, Canindé, Itapipoca e Quixadá. As novas faculdades do Ceará foram anunciadas ainda em 2017, mas faltavam tramites legais para a instalação.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: