Confirmando a expectativa levantada na sessão do último dia 7, quando foi lido denúncia no Plenário, nove dos 11 vereadores votaram pelo afastamento do prefeito Afonso Sampaio (PSD). O prefeito deve ficar afastado do cargo por 120 dias até conclusão do processo que investiga denúncia popular de compra irregular de combustíveis. Teriam sido gastos mais de R$ 1,2 milhão entre os anos de 2017 e 2018.

Com a admissibilidade da denúncia, durante a sessão dessa quinta-feira, 14, foi formada a Comissão Processante que terá os vereadores Antônio de Deda (presidente), Tier Feitosa (secretário) e Neném Camilo (relator). Os três foram escolhidos através de sorteio e terão 120 dias para entregar o relatório final ao Plenário, quando a Casa poderá cassar o prefeito em definitivo.

Com o afastamento do prefeito Afonso Sampaio, assume o vice-prefeito Ítalo Alencar. Aliados do prefeito dizem que ele vai recorrer à justiça para anular a sessão e o processo.

Confirmando a expectativa levantada na sessão do último dia 7, quando foi lido denúncia no Plenário, nove dos 11 vereadores votaram pelo afastamento do prefeito Afonso Sampaio (PSD). O prefeito deve ficar afastado do cargo por 120 dias até conclusão do processo que investiga denúncia popular de compra irregular de combustíveis. Teriam sido gastos mais de R$ 1,2 milhão entre os anos de 2017 e 2018.

Com a admissibilidade da denúncia, durante a sessão dessa quinta-feira, 14, foi formada a Comissão Processante que terá os vereadores Antônio de Deda (presidente), Tier Feitosa (secretário) e Neném Camilo (relator). Os três foram escolhidos através de sorteio e terão 120 dias para entregar o relatório final ao Plenário, quando a Casa poderá cassar o prefeito em definitivo.

Com o afastamento do prefeito Afonso Sampaio, assume o vice-prefeito Ítalo Alencar. Aliados do prefeito dizem que ele vai recorrer à justiça para anular a sessão e o processo.

e-Política
MadsonVagner
Câmara de Nova Olinda confirma expectativa e afasta prefeito

Confirmando a expectativa levantada na sessão do último dia 7, quando foi lido denúncia no Plenário, nove dos 11 vereadores votaram pelo afastamento do prefeito Afonso Sampaio (PSD). O prefeito deve ficar afastado do cargo por 120 dias até conclusão do processo que investiga denúncia popular de compra irregular de combustíveis. Teriam sido gastos mais de R$ 1,2 milhão entre os anos de 2017 e 2018.

Com a admissibilidade da denúncia, durante a sessão dessa quinta-feira, 14, foi formada a Comissão Processante que terá os vereadores Antônio de Deda (presidente), Tier Feitosa (secretário) e Neném Camilo (relator). Os três foram escolhidos através de sorteio e terão 120 dias para entregar o relatório final ao Plenário, quando a Casa poderá cassar o prefeito em definitivo.

Com o afastamento do prefeito Afonso Sampaio, assume o vice-prefeito Ítalo Alencar. Aliados do prefeito dizem que ele vai recorrer à justiça para anular a sessão e o processo.

15/02/2019 | Madson Vagner

Confirmando a expectativa levantada na sessão do último dia 7, quando foi lido denúncia no Plenário, nove dos 11 vereadores votaram pelo afastamento do prefeito Afonso Sampaio (PSD). O prefeito deve ficar afastado do cargo por 120 dias até conclusão do processo que investiga denúncia popular de compra irregular de combustíveis. Teriam sido gastos mais de R$ 1,2 milhão entre os anos de 2017 e 2018.

Com a admissibilidade da denúncia, durante a sessão dessa quinta-feira, 14, foi formada a Comissão Processante que terá os vereadores Antônio de Deda (presidente), Tier Feitosa (secretário) e Neném Camilo (relator). Os três foram escolhidos através de sorteio e terão 120 dias para entregar o relatório final ao Plenário, quando a Casa poderá cassar o prefeito em definitivo.

Com o afastamento do prefeito Afonso Sampaio, assume o vice-prefeito Ítalo Alencar. Aliados do prefeito dizem que ele vai recorrer à justiça para anular a sessão e o processo.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: