e-Política
MadsonVagner
Campanha em Missão Velha traz pesquisa falsa e promessa difícil de ser cumprida

Na última semana, circulou uma pesquisa de opinião falsa, supostamente do Instituto Paraná, tendo à frente o candidato do PDT.

14/07/2021 | Madson Vagner

A eleição suplementar em Missão Velha deve resultar em muitos processos, inclusive por disseminação de noticia falsa, as famosas fake news. Na última semana, circulou uma suposta pesquisa de opinião do Instituto Paraná, colocando uma margem elástica para o candidato do PDT, Rosemberg Macedo, o Dr. Lorim, frente à candidata petista Maria das Graças, a Fitinha.

O Instituto Paraná foi consultado e desmentiu a pesquisa. A postagem com informações falsas acabou sendo compartilhada por aliados, correligionários e militantes da campanha de Dr. Lorim, que devem ser acionados judicialmente por divulgação de fake news.

Agora, a coordenação da campanha de Fitinha quer saber se a iniciativa partiu da direção da campanha opositora. O material já foi enviado para o Ministério Público Eleitoral para investigação.

E a campanha de Missão Velha está produzindo ainda outras pérolas. Entre elas promessas que, dificilmente, seus autores serão capazes de cumprir. Entre os absurdos, a promessa de acelerar a vacinação contra a covid-19. Prefeitos não têm gerencia sobre a distribuição de vacinas e, consequentemente, não poderão cumprir a promessa.

A promessa está entre as ações de governo propostas pelo candidato do PDT, Dr. Lorim, e pode ser desmentida com uma observação no plano nacional de vacinação. A chapa concorrente, representada pela candidata Fitinha, promete recorrer à Justiça Eleitoral para barrar as promessas falsas. O clima esquenta com promessas falsas e disseminação de fake news.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: