O governador Camilo Santana (PT) articula para esta quarta-feira, 21, reunião com os governadores do Nordeste. Na pauta, como lidar com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O presidente eleito já teria colocado que a interlocução do novo governo será feita diretamente com os municípios sem interferência dos estados. A medida enfraquece os governadores ligados ao PT e a esquerda que o derrotou na região.

O governador do Piauí, Wellington Dias, disse esperar que o novo governo mude a posição. Camilo seria o governador mais propenso a construir o diálogo para evitar o enfrentamento. Além de Camilo e Wellington Dias, devem comparecer os governadores eleitos e reeleitos Flavio Dino (MA), Fátima Bezerra (RN), Rui Costa (BA), João Azevedo (PB), Renan Filho (AL) e Paulo Câmara (PE).

O governador Camilo Santana (PT) articula para esta quarta-feira, 21, reunião com os governadores do Nordeste. Na pauta, como lidar com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O presidente eleito já teria colocado que a interlocução do novo governo será feita diretamente com os municípios sem interferência dos estados. A medida enfraquece os governadores ligados ao PT e a esquerda que o derrotou na região.

O governador do Piauí, Wellington Dias, disse esperar que o novo governo mude a posição. Camilo seria o governador mais propenso a construir o diálogo para evitar o enfrentamento. Além de Camilo e Wellington Dias, devem comparecer os governadores eleitos e reeleitos Flavio Dino (MA), Fátima Bezerra (RN), Rui Costa (BA), João Azevedo (PB), Renan Filho (AL) e Paulo Câmara (PE).

e-Política
MadsonVagner
Com articulação de Camilo, governadores do Nordeste debatem sobre Bolsonaro

O governador Camilo Santana (PT) articula para esta quarta-feira, 21, reunião com os governadores do Nordeste. Na pauta, como lidar com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O presidente eleito já teria colocado que a interlocução do novo governo será feita diretamente com os municípios sem interferência dos estados. A medida enfraquece os governadores ligados ao PT e a esquerda que o derrotou na região.

O governador do Piauí, Wellington Dias, disse esperar que o novo governo mude a posição. Camilo seria o governador mais propenso a construir o diálogo para evitar o enfrentamento. Além de Camilo e Wellington Dias, devem comparecer os governadores eleitos e reeleitos Flavio Dino (MA), Fátima Bezerra (RN), Rui Costa (BA), João Azevedo (PB), Renan Filho (AL) e Paulo Câmara (PE).

21/11/2018 | Madson Vagner

O governador Camilo Santana (PT) articula para esta quarta-feira, 21, reunião com os governadores do Nordeste. Na pauta, como lidar com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). O presidente eleito já teria colocado que a interlocução do novo governo será feita diretamente com os municípios sem interferência dos estados. A medida enfraquece os governadores ligados ao PT e a esquerda que o derrotou na região.

O governador do Piauí, Wellington Dias, disse esperar que o novo governo mude a posição. Camilo seria o governador mais propenso a construir o diálogo para evitar o enfrentamento. Além de Camilo e Wellington Dias, devem comparecer os governadores eleitos e reeleitos Flavio Dino (MA), Fátima Bezerra (RN), Rui Costa (BA), João Azevedo (PB), Renan Filho (AL) e Paulo Câmara (PE).

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: