e-Política
MadsonVagner
Com discurso de campanha, Bolsonaro é empossado presidente do Brasil

Na tarde dessa terça-feira, 1º de janeiro, Jair Bolsonaro tomou posse como o 38º presidente do Brasil. A posse aconteceu diante de um esquema de segurança que incluiu, inclusive, colete a prova de balas para o presidente e um discurso no mesmo tom da campanha eleitoral. Nos pronunciamentos que fez no Congresso e no parlatório […]

02/01/2019 | Madson Vagner

Na tarde dessa terça-feira, 1º de janeiro, Jair Bolsonaro tomou posse como o 38º presidente do Brasil. A posse aconteceu diante de um esquema de segurança que incluiu, inclusive, colete a prova de balas para o presidente e um discurso no mesmo tom da campanha eleitoral.

Nos pronunciamentos que fez no Congresso e no parlatório do Palácio do Planalto, o presidente prometeu, entre outras coisas, combater a ideologia de gênero, libertar a nação do socialismo e da ideologia partidária dentro das escolas.

Outras bandeiras de campanha como a segurança pública, também, foram lembradas por Bolsonaro. Essa, aliás, foi o mais próximo que Bolsonaro chegou de reformas. Ele disse ser “urgente acabar com a ideologia que defende bandidos e criminaliza policiais.”

Sobre a participação popular, o comitê montado para a posse esperava cerca de 250 mil pessoas, mas apenas cerca de 115 mil pessoas prestigiaram a cerimônia. Outro detalhe foi que a cerimônia contou com apenas 10 chefes de estado. As duas últimas posses presidencial, em 2011 e 2015, tiveram 23 chefes de estado cada.

Acredita-se que o discurso de medo disseminado dias antes da posse, pode ter afastado os chefes de estado. Um dos destaques foi o presidente Boliviano, Evo Morales. Ele disse que os dois países “miram no mesmo horizonte”. Esse foi o fator positivo depois daquele tensionamento entre esquerda e direita na América Latina.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: