e-Política
MadsonVagner
Destaque. Joaquim Barbosa e Rodrigo Janot declaram voto em Haddad

Em meio a tantas declarações de apoio, entre artistas e várias outras pessoas públicas, para os dois candidatos à presidência da República, chamou a atenção a declaração de voto de dois dos mais destacados membros do Judiciário brasileiro nos últimos anos. Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República […]

28/10/2018 | Madson Vagner

Em meio a tantas declarações de apoio, entre artistas e várias outras pessoas públicas, para os dois candidatos à presidência da República, chamou a atenção a declaração de voto de dois dos mais destacados membros do Judiciário brasileiro nos últimos anos. Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República (PGR), usaram as redes sociais para declarar voto no petista Fernando Haddad.

Na sua conta do Twitter, Joaquim Barbosa disse que seu voto é baseado na racionalidade. “Votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa”, apontou. “Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso votarei em Fernando Haddad”, finalizou.

Rodrigo Janot, que atuou no Ministério Público Federal entre 2013 e 2017, durante a intensificação da operação Lava Jato, também declarou apoio ao candidato Fernando Haddad neste sábado. Em sua conta no Twitter, Janot disse que fez sua decisão baseado em “exclusão” e que não poderia “deixar passar barato discurso de intolerância” praticado pelo adversário do petista.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: