e-Política
MadsonVagner
Dissidentes dividem base petista em Mauriti

Apesar da união entre os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, o PT de Mauriti enfrenta várias dissidências que podem comprometer o sucesso eleitoral do partido neste ano. Pequenos grupos estão fora do arco de aliança montado por Júnior e Evanildo e apoiam candidatos até de fora do partido. É o caso do grupo liderando […]

12/09/2018 | Madson Vagner

Apesar da união entre os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, o PT de Mauriti enfrenta várias dissidências que podem comprometer o sucesso eleitoral do partido neste ano. Pequenos grupos estão fora do arco de aliança montado por Júnior e Evanildo e apoiam candidatos até de fora do partido.

É o caso do grupo liderando pelos ex-vereadores Missô, Antônio Oseas, Anchieta Sá e José Lourenço, que declararam apoio ao candidato dos cartórios, Denis Bezerra (PSB), para a Câmara Federal. Entre os atuais vereadores a divisão também é um problema. O grupo defende as candidaturas de José Guimarães, José Airton Cirilo e Antônio Balman.

Os ex-prefeitos só conseguiram união em torno da candidatura de Fernando Santana, que concorre uma vaga na Assembleia Legislativa. Há quem diga que a dissidência é uma prévia do que acontecerá nas eleições municipais.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: