O presidenciável Ciro Gomes (PDT) resolveu partir para o ataque ao PT e a Lula. Em entrevista ao jornal O Globo, Ciro disse que não é “ameba nem lesma”. E disse mais: “não me cobrem para ser assim, que eu não sou”.

Ciro disse ainda que o PT só pensa em seus próprios interesses, em se perpetuar no poder. Para ele, o PT é um partido sujo e o Lula foi laranja dos poderosos. “Na reforma trabalhista, o Lula aceitou fazer o jogo dos picaretas. Foi o porta voz dos bandidos” atacou.

Durante a entrevista, Ciro acusou a imprensa de fazer o jogo da “esquerda burra”. Disse que Marcelo Crivella só foi eleito prefeito do Rio de janeiro pela intransigência do Psol. “Ele (Crivella) jamais seria eleito prefeito de Fortaleza,” disse.

Apesar das críticas, Ciro falou em apoio ao PT no Piauí e elogiou Fernando Haddad. O detalhe é que Ciro não declarou apoio ao governador Camilo Santana. Em contrapartida Ciro não está no material publicitário de Camilo. A pergunta é: os dois estariam rompidos?

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) resolveu partir para o ataque ao PT e a Lula. Em entrevista ao jornal O Globo, Ciro disse que não é “ameba nem lesma”. E disse mais: “não me cobrem para ser assim, que eu não sou”.

Ciro disse ainda que o PT só pensa em seus próprios interesses, em se perpetuar no poder. Para ele, o PT é um partido sujo e o Lula foi laranja dos poderosos. “Na reforma trabalhista, o Lula aceitou fazer o jogo dos picaretas. Foi o porta voz dos bandidos” atacou.

Durante a entrevista, Ciro acusou a imprensa de fazer o jogo da “esquerda burra”. Disse que Marcelo Crivella só foi eleito prefeito do Rio de janeiro pela intransigência do Psol. “Ele (Crivella) jamais seria eleito prefeito de Fortaleza,” disse.

Apesar das críticas, Ciro falou em apoio ao PT no Piauí e elogiou Fernando Haddad. O detalhe é que Ciro não declarou apoio ao governador Camilo Santana. Em contrapartida Ciro não está no material publicitário de Camilo. A pergunta é: os dois estariam rompidos?

e-Política
MadsonVagner
Em entrevista, Ciro ataca: PT é um partido sujo

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) resolveu partir para o ataque ao PT e a Lula. Em entrevista ao jornal O Globo, Ciro disse que não é “ameba nem lesma”. E disse mais: “não me cobrem para ser assim, que eu não sou”.

Ciro disse ainda que o PT só pensa em seus próprios interesses, em se perpetuar no poder. Para ele, o PT é um partido sujo e o Lula foi laranja dos poderosos. “Na reforma trabalhista, o Lula aceitou fazer o jogo dos picaretas. Foi o porta voz dos bandidos” atacou.

Durante a entrevista, Ciro acusou a imprensa de fazer o jogo da “esquerda burra”. Disse que Marcelo Crivella só foi eleito prefeito do Rio de janeiro pela intransigência do Psol. “Ele (Crivella) jamais seria eleito prefeito de Fortaleza,” disse.

Apesar das críticas, Ciro falou em apoio ao PT no Piauí e elogiou Fernando Haddad. O detalhe é que Ciro não declarou apoio ao governador Camilo Santana. Em contrapartida Ciro não está no material publicitário de Camilo. A pergunta é: os dois estariam rompidos?

17/08/2018 | Madson Vagner

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) resolveu partir para o ataque ao PT e a Lula. Em entrevista ao jornal O Globo, Ciro disse que não é “ameba nem lesma”. E disse mais: “não me cobrem para ser assim, que eu não sou”.

Ciro disse ainda que o PT só pensa em seus próprios interesses, em se perpetuar no poder. Para ele, o PT é um partido sujo e o Lula foi laranja dos poderosos. “Na reforma trabalhista, o Lula aceitou fazer o jogo dos picaretas. Foi o porta voz dos bandidos” atacou.

Durante a entrevista, Ciro acusou a imprensa de fazer o jogo da “esquerda burra”. Disse que Marcelo Crivella só foi eleito prefeito do Rio de janeiro pela intransigência do Psol. “Ele (Crivella) jamais seria eleito prefeito de Fortaleza,” disse.

Apesar das críticas, Ciro falou em apoio ao PT no Piauí e elogiou Fernando Haddad. O detalhe é que Ciro não declarou apoio ao governador Camilo Santana. Em contrapartida Ciro não está no material publicitário de Camilo. A pergunta é: os dois estariam rompidos?

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: