e-Política
MadsonVagner
Em Farias Brito, desgastes caem no colo da primeira-dama; é o manda quem pode

Nomeações como os dois irmãos para cargos estratégicos da gestão, fortalecem o argumento de que ela manda na Prefeitura.

30/05/2019 | Madson Vagner

A administração de Farias Brito parece viver um caso clássico de “manda quem pode, obedece quem tem juízo”. E nesse quesito, o prefeito José Maria tem juízo. Entre os desgastes mais recentes da gestão, um tem chamado a atenção. A primeira-dama e vereadora, Heloisa Pereira, chamada carinhosamente de “Preta”, tem ganhado notoriedade pelas decisões junto à gestão do marido. Há um forte comentário que Preta é quem manda.

Fatos como a nomeação dos dois irmãos de Preta para cargos estratégicos de primeiro escalão, como a chefia de Gabinete e a Secretaria de Transporte, fortalecem o argumento. Preta teria orientado, ainda, o envio de Projeto Lei criando gratificação para sua cunhada. O irmão do prefeito, que ocupava a Procuradoria do Município, acabou pedindo exoneração por não concordar com o controle da cunhada na gestão.

MAIS DESGASTE. Apesar da repercussão do momento, Preta, já passou pela situação. Ainda em 2017, primeiro ano da gestão José Maria, caiu no colo dela o desgaste sofrido com as acusações de nomeação de fantasmas. Na época, a gestão foi acusada de manter servidores contratados que não residiam no município.

Segundo as denúncias, a folha de pagamento da Prefeitura mantinha o pagamento de servidores que moravam em estados como São Paulo e Bahia. Na cidade, José Maria se desgastava com aliados por não estar cumprido compromissos. A maioria dos supostos fantasmas seriam ligados a Preta. Até hoje, ficou “o dito pelo não dito”.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: