A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) fecharam o certo contra fraudes em licitações no município de Granjeiro. Nesta quarta-feira, 21, os agentes da PF cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Granjeiro, foco da investigação, e mais Caririaçu, Aurora, Juazeiro do Norte e Fortaleza, dentro da Operação Bricolagem.

Os agentes fizeram busca na prefeitura de Granjeiro, na residência do prefeito João Gregório, de empresários, funcionários públicos e empresas. Inicialmente é previsto um de R$ 13 milhões. Em uma das buscas os agentes encontraram R$ 213 mil, em dinheiro vivo, escondido em caixas de sapato.

As fraudes tinham como alvo obras em escolas municipais, onde foram identificados desvio de verbas. Foi constatado que empresas de fachada ganhavam as licitações da obras que eram tocadas por funcionários contratados pela própria Prefeitura, retornando o dinheiro para a gestão.

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) fecharam o certo contra fraudes em licitações no município de Granjeiro. Nesta quarta-feira, 21, os agentes da PF cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Granjeiro, foco da investigação, e mais Caririaçu, Aurora, Juazeiro do Norte e Fortaleza, dentro da Operação Bricolagem.

Os agentes fizeram busca na prefeitura de Granjeiro, na residência do prefeito João Gregório, de empresários, funcionários públicos e empresas. Inicialmente é previsto um de R$ 13 milhões. Em uma das buscas os agentes encontraram R$ 213 mil, em dinheiro vivo, escondido em caixas de sapato.

As fraudes tinham como alvo obras em escolas municipais, onde foram identificados desvio de verbas. Foi constatado que empresas de fachada ganhavam as licitações da obras que eram tocadas por funcionários contratados pela própria Prefeitura, retornando o dinheiro para a gestão.

e-Política
MadsonVagner
Em Granjeiro, operação da PF encontra R$ 213 mil em caixas de sapato

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) fecharam o certo contra fraudes em licitações no município de Granjeiro. Nesta quarta-feira, 21, os agentes da PF cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Granjeiro, foco da investigação, e mais Caririaçu, Aurora, Juazeiro do Norte e Fortaleza, dentro da Operação Bricolagem.

Os agentes fizeram busca na prefeitura de Granjeiro, na residência do prefeito João Gregório, de empresários, funcionários públicos e empresas. Inicialmente é previsto um de R$ 13 milhões. Em uma das buscas os agentes encontraram R$ 213 mil, em dinheiro vivo, escondido em caixas de sapato.

As fraudes tinham como alvo obras em escolas municipais, onde foram identificados desvio de verbas. Foi constatado que empresas de fachada ganhavam as licitações da obras que eram tocadas por funcionários contratados pela própria Prefeitura, retornando o dinheiro para a gestão.

21/11/2018 | Madson Vagner

A Polícia Federal (PF) e a Controladoria Geral da União (CGU) fecharam o certo contra fraudes em licitações no município de Granjeiro. Nesta quarta-feira, 21, os agentes da PF cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Granjeiro, foco da investigação, e mais Caririaçu, Aurora, Juazeiro do Norte e Fortaleza, dentro da Operação Bricolagem.

Os agentes fizeram busca na prefeitura de Granjeiro, na residência do prefeito João Gregório, de empresários, funcionários públicos e empresas. Inicialmente é previsto um de R$ 13 milhões. Em uma das buscas os agentes encontraram R$ 213 mil, em dinheiro vivo, escondido em caixas de sapato.

As fraudes tinham como alvo obras em escolas municipais, onde foram identificados desvio de verbas. Foi constatado que empresas de fachada ganhavam as licitações da obras que eram tocadas por funcionários contratados pela própria Prefeitura, retornando o dinheiro para a gestão.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: