e-Política
MadsonVagner
Em Iguatu, Justiça bloqueia bens do prefeito Ednaldo

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor (PDT), teve R$ 1,2 milhão de seus bens e rendas bloqueadas para garantir ressarcimento ao erário público. A decisão é do juízo da 3ª Vara da Cidade, atendendo a pedido do Ministério Público do Estado (MP), que identificou prática de promoção pessoal com dinheiro público. Além de utilizar as […]

12/06/2018 | Madson Vagner

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor (PDT), teve R$ 1,2 milhão de seus bens e rendas bloqueadas para garantir ressarcimento ao erário público. A decisão é do juízo da 3ª Vara da Cidade, atendendo a pedido do Ministério Público do Estado (MP), que identificou prática de promoção pessoal com dinheiro público.

Além de utilizar as cores do seu partido na pintara prédios, placas e material publicitário da Prefeitura, a gestão de Ednaldo mudou o brasão da Prefeitura e adotou o mesmo slogan utilizado na sua campanha eleitoral. O slogan – Um novo tempo – chegou dar nome a dois conjuntos residenciais lançados pela Prefeitura.

Para o MP, houve violação dos princípios da administração pública configurando prática de improbidade administrativa. A decisão publicada no 28 de maio, aplica ainda multa diária de R$ 5 mil, em caso de permanência da promoção pessoal.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: