e-Política
MadsonVagner
Em Jati, crise na Câmara aumenta turbulência na gestão Monica Mariano

A prefeita Monica Mariano não escapou das críticas de vereadores da base, que admitem contratações com critério de apadrinhamento.

07/09/2021 | Madson Vagner

A prefeita de Jati, Monica Mariano, teve um mês de agosto bem turbulento na Câmara. Denúncias de apadrinhamento para contratação de temporários, nepotismo, além cobrança por promessas de campanha foram uma constante. Nas redes sociais, o Sindicato apelou ao Ministério Público por providências, sem resposta.

A prefeita não escapou nem dos vereadores da base, como Vinícius Dantas, que admite as contratações sem autorização do Legislativo e confirmação de apadrinhamento como critério. Apesar da crítica, o vereador não formalizou denúncia e está sendo acusado de omissão.

Na oposição, o vereador Naldim Gervásio, cobrou o hospital prometido pela prefeita na campanha. Até agora, o equipamento continua sem suporte para médico especialista, exames e cirurgias. Em meio a tudo isso, a Câmara aprovou auxílio combustível para secretários. Falar o quê?

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: