e-Política
MadsonVagner
Em Jati, evolução patrimonial de vereadores chama atenção

Vereadores de Jati estão sendo questionados pelas suas rápidas evoluções patrimoniais. Há um temor de que o enriquecimento esteja vindo através dos mandatos, usados para fazer indicações e fechar negócios ilícitos. Apesar de nada está comprovado, os vereadores recebem muitas críticas pelas indicações aos cargos do primeiro escalão e outros comissionados na gestão municipal. Entre […]

17/07/2018 | Madson Vagner

Vereadores de Jati estão sendo questionados pelas suas rápidas evoluções patrimoniais. Há um temor de que o enriquecimento esteja vindo através dos mandatos, usados para fazer indicações e fechar negócios ilícitos. Apesar de nada está comprovado, os vereadores recebem muitas críticas pelas indicações aos cargos do primeiro escalão e outros comissionados na gestão municipal.

Entre os mais criticados, estão os vereadores Pinto Gomes, José Wilse (Lela), Ronivaldo Sousa e Naldo de Jacinto. Juntos, eles comandam, com indicações de parentes, as secretarias de Educação e Ação Social. Nas redes sociais, a população pede uma investigação do Ministério Público do Estado. A atual prefeita estaria sendo pressionada a ceder mais benefícios para mantê-los na sua base política.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: