e-Política
MadsonVagner
Em Jati, prefeita Neta Diniz deve permanecer afastada

A prefeita de Jati, Neta Diniz, parece mesmo fadada a assistir a conclusão do seu mandado do lado de fora da Prefeitura. Os promotores do Ministério Público do Estado, lotados na Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), pediram a prorrogação do afastamento de Neta por mais 180 dias. A prefeita é investigada pela […]

18/12/2018 | Madson Vagner

A prefeita de Jati, Neta Diniz, parece mesmo fadada a assistir a conclusão do seu mandado do lado de fora da Prefeitura. Os promotores do Ministério Público do Estado, lotados na Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), pediram a prorrogação do afastamento de Neta por mais 180 dias.

A prefeita é investigada pela “Operação Abelha Rainha” e acusada de enriquecimento ilícito. Ela comprou, durante sua gestão, um terreno pertencente ao marido com dinheiro público, através de uma desapropriação feita pela Prefeitura.

Para piorar, parte do dinheiro da compra superfaturada foi parar na conta da prefeita e serviu, entre outras coisas, para adquirir imóveis em Fortaleza. Neta foi afastada e teve que engolir a vice-prefeita, Francisca Ferreira, a Mundinha, que cortou todos os seus espaços na gestão. Ontem aliadas, hoje adversárias; coisas da política!

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: