Pouca gente percebeu, mas a inauguração do novo prédio da Câmara de Mauriti, dia 15 de janeiro, pode marcar o fim da aliança feita para derrotar o grupo petista no poder a 12 anos consecutivos. Apesar de estar como vice-presidente, a vereadora Fernanda Martins levou todos os louros pela nova sede. Ela foi a presidente que levou o sonho a realidade.

Tudo tranquilo, se fossem apenas as mudanças que levaram o Poder Legislativo mauritiense a se tornar o mais moderno do Cariri. Mas, Fernanda desenvolveu ainda uma política bem sucedida de aproximação do poder com a população e ganhou a confiança e o respeito das comunidades. Ou seja, se credenciou para a disputa majoritária do próximo ano.

O prefeito Mano Morais enxergou isso e tratou de reduzir o duodécimo da Casa. O problema é que já era muito tarde. Agora é esperar rompimento.

Pouca gente percebeu, mas a inauguração do novo prédio da Câmara de Mauriti, dia 15 de janeiro, pode marcar o fim da aliança feita para derrotar o grupo petista no poder a 12 anos consecutivos. Apesar de estar como vice-presidente, a vereadora Fernanda Martins levou todos os louros pela nova sede. Ela foi a presidente que levou o sonho a realidade.

Tudo tranquilo, se fossem apenas as mudanças que levaram o Poder Legislativo mauritiense a se tornar o mais moderno do Cariri. Mas, Fernanda desenvolveu ainda uma política bem sucedida de aproximação do poder com a população e ganhou a confiança e o respeito das comunidades. Ou seja, se credenciou para a disputa majoritária do próximo ano.

O prefeito Mano Morais enxergou isso e tratou de reduzir o duodécimo da Casa. O problema é que já era muito tarde. Agora é esperar rompimento.

e-Política
MadsonVagner
Em Mauriti, Fernanda Martins se credencia para a disputa de 2020

Pouca gente percebeu, mas a inauguração do novo prédio da Câmara de Mauriti, dia 15 de janeiro, pode marcar o fim da aliança feita para derrotar o grupo petista no poder a 12 anos consecutivos. Apesar de estar como vice-presidente, a vereadora Fernanda Martins levou todos os louros pela nova sede. Ela foi a presidente que levou o sonho a realidade.

Tudo tranquilo, se fossem apenas as mudanças que levaram o Poder Legislativo mauritiense a se tornar o mais moderno do Cariri. Mas, Fernanda desenvolveu ainda uma política bem sucedida de aproximação do poder com a população e ganhou a confiança e o respeito das comunidades. Ou seja, se credenciou para a disputa majoritária do próximo ano.

O prefeito Mano Morais enxergou isso e tratou de reduzir o duodécimo da Casa. O problema é que já era muito tarde. Agora é esperar rompimento.

04/02/2019 | Madson Vagner

Pouca gente percebeu, mas a inauguração do novo prédio da Câmara de Mauriti, dia 15 de janeiro, pode marcar o fim da aliança feita para derrotar o grupo petista no poder a 12 anos consecutivos. Apesar de estar como vice-presidente, a vereadora Fernanda Martins levou todos os louros pela nova sede. Ela foi a presidente que levou o sonho a realidade.

Tudo tranquilo, se fossem apenas as mudanças que levaram o Poder Legislativo mauritiense a se tornar o mais moderno do Cariri. Mas, Fernanda desenvolveu ainda uma política bem sucedida de aproximação do poder com a população e ganhou a confiança e o respeito das comunidades. Ou seja, se credenciou para a disputa majoritária do próximo ano.

O prefeito Mano Morais enxergou isso e tratou de reduzir o duodécimo da Casa. O problema é que já era muito tarde. Agora é esperar rompimento.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: