A queda de braço entre o atual prefeito de Milagres, Lielson Landim (PDT), e o ex-prefeito Hellosman Sampaio (MDB), parece longe do fim. Depois de Hellosman ter articulado uma reviravolta na eleição para a escolha do novo presidente da Câmara, agora é o prefeito Lielson que comemora.

Uma decisão do juiz Judson Pereira Spíndola Junior, anulou a sessão do dia 22 de dezembro de 2018 que elegeu o vereador Beto Mitrado, e reconduziu o vereador Giancles Filgueira (PTB), eleito na sessão do dia 30 de novembro. A sessão tinha sido cancelada pela base de oposição, sob o comando do ex-prefeito Hellosman, com alegativa de erros no tramite.

Apesar da decisão favorável, o prefeito Lielson deve continuar sem maioria na Casa e terá dificuldades para aprovar projetos encaminhados pelo Executivo. A oposição promete recorrer da decisão e ninguém duvida que até 1º de fevereiro, dia da posse, tudo possa mudar.

A queda de braço entre o atual prefeito de Milagres, Lielson Landim (PDT), e o ex-prefeito Hellosman Sampaio (MDB), parece longe do fim. Depois de Hellosman ter articulado uma reviravolta na eleição para a escolha do novo presidente da Câmara, agora é o prefeito Lielson que comemora.

Uma decisão do juiz Judson Pereira Spíndola Junior, anulou a sessão do dia 22 de dezembro de 2018 que elegeu o vereador Beto Mitrado, e reconduziu o vereador Giancles Filgueira (PTB), eleito na sessão do dia 30 de novembro. A sessão tinha sido cancelada pela base de oposição, sob o comando do ex-prefeito Hellosman, com alegativa de erros no tramite.

Apesar da decisão favorável, o prefeito Lielson deve continuar sem maioria na Casa e terá dificuldades para aprovar projetos encaminhados pelo Executivo. A oposição promete recorrer da decisão e ninguém duvida que até 1º de fevereiro, dia da posse, tudo possa mudar.

e-Política
MadsonVagner
Em Milagres, Justiça devolve presidência da Câmara à base do prefeito Lielson

A queda de braço entre o atual prefeito de Milagres, Lielson Landim (PDT), e o ex-prefeito Hellosman Sampaio (MDB), parece longe do fim. Depois de Hellosman ter articulado uma reviravolta na eleição para a escolha do novo presidente da Câmara, agora é o prefeito Lielson que comemora.

Uma decisão do juiz Judson Pereira Spíndola Junior, anulou a sessão do dia 22 de dezembro de 2018 que elegeu o vereador Beto Mitrado, e reconduziu o vereador Giancles Filgueira (PTB), eleito na sessão do dia 30 de novembro. A sessão tinha sido cancelada pela base de oposição, sob o comando do ex-prefeito Hellosman, com alegativa de erros no tramite.

Apesar da decisão favorável, o prefeito Lielson deve continuar sem maioria na Casa e terá dificuldades para aprovar projetos encaminhados pelo Executivo. A oposição promete recorrer da decisão e ninguém duvida que até 1º de fevereiro, dia da posse, tudo possa mudar.

23/01/2019 | Madson Vagner

A queda de braço entre o atual prefeito de Milagres, Lielson Landim (PDT), e o ex-prefeito Hellosman Sampaio (MDB), parece longe do fim. Depois de Hellosman ter articulado uma reviravolta na eleição para a escolha do novo presidente da Câmara, agora é o prefeito Lielson que comemora.

Uma decisão do juiz Judson Pereira Spíndola Junior, anulou a sessão do dia 22 de dezembro de 2018 que elegeu o vereador Beto Mitrado, e reconduziu o vereador Giancles Filgueira (PTB), eleito na sessão do dia 30 de novembro. A sessão tinha sido cancelada pela base de oposição, sob o comando do ex-prefeito Hellosman, com alegativa de erros no tramite.

Apesar da decisão favorável, o prefeito Lielson deve continuar sem maioria na Casa e terá dificuldades para aprovar projetos encaminhados pelo Executivo. A oposição promete recorrer da decisão e ninguém duvida que até 1º de fevereiro, dia da posse, tudo possa mudar.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: