e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Em Santana, candidatura de Vicente ameaçada e base do prefeito faz baixaria na Câmara

O Ministério Público Eleitoral pediu a mais uma vez a impugnação de Vicente Brilhante e a troca de choque do prefeito Pedro Henrique tumultuar a sessão da Câmara.

07/10/2020 | Madson Vagner

O candidato do PDT a prefeito de Santana do Cariri, Vicente Brilhante, está vivendo mais uma vez o mesmo pesadelo. O Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação da sua candidatura pela desaprovação das suas contas de governo quando esteve à frente da Câmara nos anos de 2009 e 2010, como presidente.

Desde 2013, quando o processo atingiu o transito e julgado, Vicente é sempre lembrado pelo caso e cobrado sua inelegibilidade. Em 2018, o pedetista foi candidato contra o atual prefeito Pedro Henrique (MDB), e sofreu até o fim da eleição suplementar com constantes informações de que estaria fora da disputa.

Mesmo com o pedido do MPE, a assessoria jurídica de Vicente garante que sua candidatura não será impugnada e que ele permanecerá na disputa. A assessoria prepara a apresentação defesa.

NA CÂMARA, a sessão do dia 1º de outubro virou palco de baixaria e descontrole dos vereadores Arclebio Dias, Joaquim Teles e Gildo Lopes, troca de choque do prefeito Pedro Henrique. Eles resolveram tumultuar a sessão por causa de um projeto referente a implantação do Sisar na zona rural do município.

O projeto estava sendo discutido quando os parlamentares santanenses se levantaram, agrediram verbalmente a presidente Luciene Soares e depredaram equipamentos que faziam a transmissão da sessão para as redes sociais. Segundo informações de bastidores, os vereadores querem a implantação rápida do Sisar para colher ganho político.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: