e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Em sessão polêmica, Assembleia suspende mandato de André Fernandes por 30 dias

O deputado estadual André Fernandes foi suspenso após análise de quebra de decoro após acusar o deputado Nezinho Farias de envolvimento com facção criminosa.

21/08/2020 | Madson Vagner

Em uma sessão recheada de polêmica e discussões acaloradas, nesta quinta-feira, 20, a Assembleia Legislativa suspendeu o mandato do deputado estadual André Fernandes (Republicanos) por 30 dias. André foi punido em um dos quatro processos disciplinares que tramitam na Casa Legislativa. Foram 29 votos pela suspensão, 11 contra a suspensão e 3 abstenções. Dois deputados estavam ausentes e o presidente José Sarto não votou. Para suspender o mandato, eram necessários 24 votos contra André.

André Fernandes foi processado por quebra de decoro após acusar o deputado Nezinho Farias (PDT) de envolvimento com facção criminosa em junho de 2019. Em denúncia ao Ministério Público do Estado, André usou como base um projeto para regulamentar “e-sports”, uma modalidade de competição de jogos eletrônicos que, segundo a denúncia, serviria para “lavagem de dinheiro” da facção.

A denúncia foi arquivada pelo Ministério Público, por ausência de “indícios ou provas que confirmassem a denúncia”.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: