Depois de sucessivos tensionamentos no PT de Mauriti, o resultado das eleições parece ter unido de vez o partido para a disputa de 2020. As duas principais lideranças da sigla no município, os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, já estariam conversando para chegar ao consenso interno na disputa de 2020.

Apesar de não confirmarem as conversas, os líderes não negam que a ideia e chegar a uma escolha sem a necessidade de prévias. Entre os militantes petistas, a chapa ideal já está formada. Teria Isaac Júnior na cabeça e Evanildo Simão como vice. A construção da chapa passa pelo crivo de lideranças como Fernando Santana e José Guimarães, que já teriam acenado positivamente.

Depois de governar o município por 12 anos, o PT perdeu para o pedetista Mano Morais, sob a liderança do deputado eleito Guilherme Landim. Para resgatar o Poder, o PT joga tudo na união.

Depois de sucessivos tensionamentos no PT de Mauriti, o resultado das eleições parece ter unido de vez o partido para a disputa de 2020. As duas principais lideranças da sigla no município, os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, já estariam conversando para chegar ao consenso interno na disputa de 2020.

Apesar de não confirmarem as conversas, os líderes não negam que a ideia e chegar a uma escolha sem a necessidade de prévias. Entre os militantes petistas, a chapa ideal já está formada. Teria Isaac Júnior na cabeça e Evanildo Simão como vice. A construção da chapa passa pelo crivo de lideranças como Fernando Santana e José Guimarães, que já teriam acenado positivamente.

Depois de governar o município por 12 anos, o PT perdeu para o pedetista Mano Morais, sob a liderança do deputado eleito Guilherme Landim. Para resgatar o Poder, o PT joga tudo na união.

e-Política
MadsonVagner
Em Mauriti, petistas querem consenso para 2020

Depois de sucessivos tensionamentos no PT de Mauriti, o resultado das eleições parece ter unido de vez o partido para a disputa de 2020. As duas principais lideranças da sigla no município, os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, já estariam conversando para chegar ao consenso interno na disputa de 2020.

Apesar de não confirmarem as conversas, os líderes não negam que a ideia e chegar a uma escolha sem a necessidade de prévias. Entre os militantes petistas, a chapa ideal já está formada. Teria Isaac Júnior na cabeça e Evanildo Simão como vice. A construção da chapa passa pelo crivo de lideranças como Fernando Santana e José Guimarães, que já teriam acenado positivamente.

Depois de governar o município por 12 anos, o PT perdeu para o pedetista Mano Morais, sob a liderança do deputado eleito Guilherme Landim. Para resgatar o Poder, o PT joga tudo na união.

17/10/2018 | Madson Vagner

Depois de sucessivos tensionamentos no PT de Mauriti, o resultado das eleições parece ter unido de vez o partido para a disputa de 2020. As duas principais lideranças da sigla no município, os ex-prefeitos Isaac Júnior e Evanildo Simão, já estariam conversando para chegar ao consenso interno na disputa de 2020.

Apesar de não confirmarem as conversas, os líderes não negam que a ideia e chegar a uma escolha sem a necessidade de prévias. Entre os militantes petistas, a chapa ideal já está formada. Teria Isaac Júnior na cabeça e Evanildo Simão como vice. A construção da chapa passa pelo crivo de lideranças como Fernando Santana e José Guimarães, que já teriam acenado positivamente.

Depois de governar o município por 12 anos, o PT perdeu para o pedetista Mano Morais, sob a liderança do deputado eleito Guilherme Landim. Para resgatar o Poder, o PT joga tudo na união.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: