e-Política
MadsonVagner
Ex-reitora acusada de “trairagem” na sucessão da URCA

Um grupo liderado pela ex-reitora Otonite Cortez rompeu com a Reitoria e lançou chapa. O grupo do atual reitor, Patrício Melo, avalia o ato como traição.

02/05/2019 | Madson Vagner

A disputa pela sucessão na Reitoria da Universidade Regional do Cariri (URCA), está a pleno vapor e traz uma novidade. Um racha na base da atual gestão compromete a continuidade do projeto do Governo Camilo Santana para a instituição. Um grupo liderado pela ex-reitora Otonite Cortez rompeu com a Reitoria e lançou uma chapa alternativa com os professores Egberto Melo e Jahyra Helena.

O reitor Patrício Melo e seu grupo avaliam o rompimento como traição. Os três permaneceram em cargos da atual gestão até os últimos instantes. Apesar dos esforços de Otonite, a chapa que se coloca como oposição não terá apoio do governo. Camilo e a secretária de Educação do Estado, Eliana Estrela, estão com a chapa da situação.

Na oposição de fato, liderada por partidos de esquerda, a chapa de Otonite é avaliada como uma estratégia para dividir os votos da verdadeira oposição que ameaça o atual projeto. Ou seja, a chapa de Otonite é vista como traidora por ambos os lados.

(Coluna Rebate, Jornal do Cariri).

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: