Depois do confronto de informações entre oposição e situação na disputa pelo comando da mesa diretora da Câmara de Santana do Cariri, o juiz Djalma Dantas Júnior resolveu a questão. Ele anulou a sessão que elegeu o vereador Arclébio Dias, atual vice, como novo presidente. Arclébio teve apenas quatro dos 11 votos.

A votação aconteceu após sete vereadores, apoiadores da chapa encabeçada pela vereadora Luciene Soares, abandonarem a sessão. A chapa foi impugnada pelo presidente Gildo Lopes sob alegação de falsificação e ausência de assinaturas dos componentes. Na decisão, publicada dia 14, o juiz levou em consideração denúncias de truculência e abuso de autoridade, informadas ao Ministério Público.

Ao presidente Gildo Lopes foi dado dois dias úteis para lançar edital chamando nova eleição, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia. A oposição comemora!

Depois do confronto de informações entre oposição e situação na disputa pelo comando da mesa diretora da Câmara de Santana do Cariri, o juiz Djalma Dantas Júnior resolveu a questão. Ele anulou a sessão que elegeu o vereador Arclébio Dias, atual vice, como novo presidente. Arclébio teve apenas quatro dos 11 votos.

A votação aconteceu após sete vereadores, apoiadores da chapa encabeçada pela vereadora Luciene Soares, abandonarem a sessão. A chapa foi impugnada pelo presidente Gildo Lopes sob alegação de falsificação e ausência de assinaturas dos componentes. Na decisão, publicada dia 14, o juiz levou em consideração denúncias de truculência e abuso de autoridade, informadas ao Ministério Público.

Ao presidente Gildo Lopes foi dado dois dias úteis para lançar edital chamando nova eleição, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia. A oposição comemora!

e-Política
MadsonVagner
Na Justiça, deu oposição na queda de braço na Câmara de Santana do Cariri

Depois do confronto de informações entre oposição e situação na disputa pelo comando da mesa diretora da Câmara de Santana do Cariri, o juiz Djalma Dantas Júnior resolveu a questão. Ele anulou a sessão que elegeu o vereador Arclébio Dias, atual vice, como novo presidente. Arclébio teve apenas quatro dos 11 votos.

A votação aconteceu após sete vereadores, apoiadores da chapa encabeçada pela vereadora Luciene Soares, abandonarem a sessão. A chapa foi impugnada pelo presidente Gildo Lopes sob alegação de falsificação e ausência de assinaturas dos componentes. Na decisão, publicada dia 14, o juiz levou em consideração denúncias de truculência e abuso de autoridade, informadas ao Ministério Público.

Ao presidente Gildo Lopes foi dado dois dias úteis para lançar edital chamando nova eleição, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia. A oposição comemora!

16/11/2018 | Madson Vagner

Depois do confronto de informações entre oposição e situação na disputa pelo comando da mesa diretora da Câmara de Santana do Cariri, o juiz Djalma Dantas Júnior resolveu a questão. Ele anulou a sessão que elegeu o vereador Arclébio Dias, atual vice, como novo presidente. Arclébio teve apenas quatro dos 11 votos.

A votação aconteceu após sete vereadores, apoiadores da chapa encabeçada pela vereadora Luciene Soares, abandonarem a sessão. A chapa foi impugnada pelo presidente Gildo Lopes sob alegação de falsificação e ausência de assinaturas dos componentes. Na decisão, publicada dia 14, o juiz levou em consideração denúncias de truculência e abuso de autoridade, informadas ao Ministério Público.

Ao presidente Gildo Lopes foi dado dois dias úteis para lançar edital chamando nova eleição, sob pena de multa de R$ 1 mil por dia. A oposição comemora!

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: