e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
“Mal-entendido”; Moro diz ao STF que não mandou destruir mensagens

Em ofício enviado ao ministro do STF, Luiz Fux, o ministro Sérgio Moro alegou que houve um “mal-entendido”. Não mandou a PF destruir mensagens contra autoridades.

09/08/2019 | Madson Vagner

Na tarde dessa quinta-feira, 8, o ministros da Justiça, Sergio Moro, afirmou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que não orientou a Polícia Federal para destruir as mensagens de autoridades obtidas na ação contra hackers presos. Em ofício enviado ao ministro Luiz Fux, Moro alegou que houve um “mal-entendido”.

O esclarecimento acontece 15 dias depois de Moro ter informado ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, dia 25 de julho, que as mensagens em poder dos hakers deveriam ser descartadas, ou seja, destruídas.

Moro teria avisado que várias autoridades, incluindo ministros do Supremo, tiveram seus celulares hackeados e que, portanto, o material obtido de maneira ilegal deveria ser destruído. O debate que se seguiu foi que o material só poderia ser descartado com decisão judicial.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: