e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Ministério Público notifica Mauriti para frear Covid-19; são 22 confirmados e 5 óbitos

Para frear o Covid-19 em Mauriti, foi necessário o Ministério Público notificar a gestão para garantir que as medidas de restrições fossem adotadas e fiscalizadas.

21/05/2020 | Madson Vagner

Apesar de propagar alinhamento com o Governo do Estado, a gestão do prefeito Mano Morais, em Mauriti, parece fora de sintonia com as decisões do governador Camilo Santana. Mesmo com o crescimento dos casos de Covid-19 no município, onde até o prefeito testou positivo, foi necessário o Ministério Público do Estado notificar a gestão para garantir que as medidas de restrições fossem adotadas e fiscalizadas.

A notificação fala em “garantir o imediato e integral cumprimento dos Decretos Estaduais”. Deixou claro que não existia, sequer, decreto municipal com medidas para combate ao Covic-19. Apesar de anunciar ações como a desinfecção das ruas, a Prefeitura não estaria fiscalizando as restrições ao funcionamento de bares, restaurantes, igrejas, feiras, academias, clubes, lojas, entre outros.

A competência da equipe de Mano Morais volta a ser questionada, enquanto o número de infectados no município já chega a 22 confirmados com 5 óbitos.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: