e-Política
MadsonVagner
No Cariri, prefeitos negam participação em eventos da UBD

Nove prefeitos do Cariri estão na lista de gestores municipais do Brasil que foram agraciados pela empresa União Brasileira de Divulgação (UBD), alvo de denúncia na reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, no último domingo (5). A reportagem entregou a farsa envolvendo a entrega do título “Gestor Nota 10” a gestores que […]

08/08/2018 | Madson Vagner

Nove prefeitos do Cariri estão na lista de gestores municipais do Brasil que foram agraciados pela empresa União Brasileira de Divulgação (UBD), alvo de denúncia na reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, no último domingo (5).

A reportagem entregou a farsa envolvendo a entrega do título “Gestor Nota 10” a gestores que supostamente foram escolhidos os “Melhores Prefeitos do Brasil”. Segundo o Fantástico, prefeitos, vereadores e secretários municipais pagaram até R$ 1.480,00 para receber o prêmio.

Gestores de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Brejo Santo, Missão Velha, Campos Sales, Mauriti e Jardim estavam na relação da UBD em premiação sobre os 100 primeiros dias de governo, realizada em 2017.

Mas, os gestores dos cinco municípios do Cariri, Zé Ailton Brasil (Crato), Arnon Bezerra (Juazeiro) e Argemiro Sampaio (Barbalha), Diego Feitosa (Missão Velha) e Aniziário Costa (Jardim), negam ter recebido ou ter pago por prêmios da empresa UBD.

Zé Ailton Brasil garantiu que o Crato não participou da referida premiação e que só tomou conhecimento do fato mediante notícia veiculada na imprensa. Argemiro Sampaio, disse que chegou a ser contatado pela UBD, mas não aceitou a premiação, mesmo a empresa tendo colocado o seu nome na lista.

Em nota, o prefeito Arnon Bezerra disse que repudia a informação que pagou a UBD, ou a qualquer outra, com a finalidade de auferir titulação de reconhecimento como gestor público, mas confirma que o Gabinete do Prefeito recebeu dois convites da empresa.

Os prefeitos Diego e Aniziário seguiram a mesma confirmação de que foram contatados pela empresa UBD, mas que não aceitaram a premiação e não pagaram nada a qualquer evento realizado pela empresa. Os gestores repudiaram o fato da empresa ter mantido seus nomes na lista, mesmo eles não terem aceito o convite.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: