e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
No caso Neta Diniz, prefeita interina de Jati incomodada com o silêncio da Justiça

O segundo afastamento da prefeita Neta Diniz, venceu no dia 14 de setembro e a Justiça ainda não se manifestou. Mundinha foi a Fortaleza e Brasília.

09/10/2019 | Madson Vagner

A prefeita interina de Jati, Francisca Ferreira, a Mundinha, parece preocupada com a continuidade da sua gestão. É que, na prática, há uma dúvida sobre sua legitimidade à frente da Prefeitura. O segundo afastamento de 180 dias da prefeita Neta Diniz, venceu no dia 14 de setembro e a Justiça não se manifestou sobre o assunto.

Incomodada com a situação, Mundinha foi à Fortaleza, em busca de respostas e apoio, mas não encontrou. Insatisfeita e cada vez mais desconfortável, Mundinha foi à Brasília, mas tudo permanece indefinido. Neta está afastada desde 14 de junho de 2018.

Nos dois afastamentos impostos pela Justiça, Mundinha recebeu a notícia em casa. Agora, está tendo que correr atrás das informações que não vêm. Para a oposição, Mundinha precisa permanecer no poder para continuar a articulação e concorrer à reeleição.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: