e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Novo ministro da Educação assume sob desgaste; faz discurso de ódio e discriminação

Mesmo antes da posse, novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, já enfrenta desgastes por discursos que pregam ódio e discriminação a nordestinos.

09/04/2019 | Madson Vagner

O novo ministro da Educação do governo Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub, toma posse na tarde desta terça-feira, 09. Apesar de não ter assumido, o ministro já enfrenta intenso desgaste. Nas redes sociais repercute áudio do ministro, em que ele agride verbalmente comunistas e socialistas, disseminando ódio.

“Quando um comunista ou socialista; o socialista, ele é a aids e o comunista é a doença oportunista,” disse Abraham. E mais “Quando um comunista ou socialista chegar para você com um papo ‘fron oin oin’, você manda ele pra aquele lugar, xinga; faça o que o professor Olavo faz,” completou.

O novo ministro é acusado ainda de discriminar nordestinos em outro áudio em defende a limitação de cadeiras e debates nas universidades nordestinas. “Em vez de as universidade do Nordeste ficarem aí fazendo sociologia, fazendo filosofia no agreste, (devem) fazer agronomia, em parceria com Israel,” disse Abrahan.

Economista, Abraham Weintraub foi nomeado na segunda-feira, 08, em uma edição extraordinária do “Diário Oficial da União”. Ele substituirá Ricardo Vélez Rodríguez, que, também, deixou o cargo por intenso desgaste. Ainda nesta terça-feira, o novo titular do MEC participa de reunião do Conselho de Governo, que reúne todos os ministros da gestão Bolsonaro.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: