e-Política
MadsonVagner
Parecer do Ministério Público confirma cassação do prefeito e vice de Barro

O Ministério Público Eleitoral defendeu ainda, no parecer, a inelegibilidade de Marquinélio e Vanderval por oito anos.

30/06/2021 | Madson Vagner

O prefeito de Barro, Marquinélio Tavares, e seu vice, Vanderval Feitosa, ambos do PSD, tiveram mais uma derrota na justiça eleitoral. O Ministério Público Eleitoral (MPE) emitiu parecer favorável a decisão judicial de primeira instância que cassou os dois diplomas. O MPE defendeu ainda, no parecer, a inelegibilidade de Marquinélio e Vanderval poroito anos.

Para o MP Eleitoral, ficaram evidentes as condutas fraudulentas nas seleções e contratações de servidores temporários e comissionados realizadas pela gestão no segundo semestre de 2020, quando Marquinélio estava em campanha pela reeleição. Durante o período, o prefeito contratou 250 pessoas sob a justificativa do enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Após a decisão judicial de primeira instância, prefeito e vice entraram com um recurso para reverter a condenação e, por isso, permanecem nos cargos. O processo espera decisão do pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: