e-Política
MadsonVagner
Prefeito de Potengi enfrenta novo escândalo e o vice assina filiação ao PP

Depois da crise com as demissões de garis, sem justa causa, o fim de semana trouxe mais polêmica em Potengi, cenas de sexo no setor de licitação.

05/10/2021 | Madson Vagner

Os escândalos na gestão do prefeito Edson Veriato, em Potengi, estão ultrapassando o limite da política. Depois da crise com as demissões de garis, sem justa causa, o fim de semana marcou mais uma polêmica na gestão. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra duas pessoas fazendo sexo dentro do setor de licitação da Prefeitura. A crise chegou à população, que avalia o caso como “pouca vergonha”.

Sobre a situação, o prefeito ficou em silêncio. Já o vice-prefeito, Humberto do Barreiros, quer realmente um novo rumo político e deve assinar ficha de filiação ao PP nesta quarta-feira (06). Está fechado com o grupo do secretário das Cidades e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque.

Veriato ainda não decidiu sua saída do Psol, mas está abandonando o partido aos poucos. Para o próximo ano, deve votar em Fernando Santana para estadual. Quando era sindicalista, Veriato votava em Renato Rozeno.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: