e-Política
MadsonVagner
Prefeito e vice de Milagres negam distanciamento político

Cícero Figueiredo e Anderson Eugênio, garantiram que “para a infelicidade de alguns” continuam unidos.

30/09/2021 | Madson Vagner

O prefeito de Milagres, Cícero Figueiredo e o seu vice, Anderson Eugênio (Derson), desmentiram especulações de um possível afastamento político. Numa entrevista em Juazeiro do Norte, os dois garantiram que “para a infelicidade de alguns” continuam unidos.

Figueiredo comentou ainda sobre a adesão do seu adversário nas últimas eleições, Abraão Sampaio, ao grupo que faz base ao governador Camilo Santana. O prefeito disse que o fato político não interfere na gestão do município e que o governador se articula e gerencia sua política independente de partidos.

Sobre sua atuação política, Figueiredo argumentou que também faz política independentemente de partido; sua base vem dos movimentos populares. Abraão declarou apoio a reeleição do deputado estadual Fernando Santana e deve se filiar ao PT de Camilo. Figueiredo continua no PDT de Cid Gomes e do deputado Guilherme Landim.

Já o vice-prefeito Derson, quando questionado sobre sua posição para 2022, disse apenas que está trabalhando a conjuntura estadual. No MDB estadual, muitas lideranças estranharam a indefinição. Derson não garantiu o apoio a uma possível candidatura a deputado federal do ex-senador Eunício Oliveira (MDB).

Apesar da indefinição, Derson disse que parceiro de Eunício e do deputado estadual Daniel Oliveira e que ambos terão espaços em Milagres. Derson é presidente municipal do MDB, posição que ganhou logo após o ex-prefeito Hellosman Sampaio se filiar ao PSD de Domingos Filho, ainda na campanha de 2020.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: