e-Política
MadsonVagner
Previmil rumo ao colapso administrativo-financeiro

A exceção nas recentes atuações do Ministério Público, voltadas às folhas de pagamento, está em Milagres. O prefeito Lielson Landim, do PDT, será denunciado por tentar quebrar a Previmil (Fundo de Previdência Municipal de Milagres). Somente entre os meses de outubro de 2017 e janeiro de 2018, o rombo nas contas da previdência chega a […]

22/03/2018 | Madson Vagner

A exceção nas recentes atuações do Ministério Público, voltadas às folhas de pagamento, está em Milagres. O prefeito Lielson Landim, do PDT, será denunciado por tentar quebrar a Previmil (Fundo de Previdência Municipal de Milagres). Somente entre os meses de outubro de 2017 e janeiro de 2018, o rombo nas contas da previdência chega a R$ 834 mil, com déficit médio de R$ 166,8 mil ao mês, vinda da contribuição patronal.

Nesse ritmo, a Previmil chegará a dezembro de 2018 com mais de R$ 1,8 milhões de déficit. Em fevereiro de 2017, o prefeito Lielson conseguiu aprovar na Câmara um parcelamento de cerca de R$ 1,8 milhão em débitos da atual gestão, que não se sabe se estão sendo pagos. Lielson defende a extinção da Previmil, mas foi barrado até pagar todo o débito. Parece que o prefeito quer acabar a Previmil da maneira mais dura, quebrando.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: