e-Política
MadsonVagner
Procuradoria Eleitoral pede a cassação do deputado Audic Mota

A Procuradoria Regional Eleitoral pediu a cassação do diploma e a inelegibilidade do deputado estadual Audic Mota (PSB). Ele é acusado de abuso de poder político e midiático.

03/05/2019 | Madson Vagner

A Procuradoria Regional Eleitoral pediu a cassação do diploma e a inelegibilidade do deputado estadual Audic Mota (PSB). Ele é acusado de abuso de poder político e midiático usando a Prefeitura de Tauá. A decisão, proferida na terça-feira, 30 de abril, é do procurador regional eleitoral, Anastácio Nóbrega Tahim Júnior, com base em ação movida pela deputada estadual Patrícia Aguiar(PSD).

Segundo a denúncia, quando candidato à reeleição, Audic Mota praticou durante o período eleitoral condutas vedadas aos agentes públicos, tendo utilizado a página oficial do Facebook da Prefeitura de Tauá para divulgação de suas ações, o que é vedado pela Justiça Eleitoral. A ação aponta que Mota fez promoção pessoal com propaganda institucional disfarçada.

“Da análise completa dos autos, é nítido o caráter eleitoreiro das publicações, que tinham como intuito principal atrelar a figura do Dep. Audic Mota a realização das obras e demais serviços naquela urbe, configurando assim um favorecimento do mesmo frente os demais candidatos, tendo em vista as eleições vindouras”, diz o parecer do procurador.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: