e-Política
MadsonVagner
Reta final. Campanha em Santana é marcada por troca de acusações

A campanha para a eleição suplementar em Santana do Cariri parece entrar na fase do desespero, com a proximidade do pleito que acontece no próximo domingo, 3 de junho. O ex-governador Cid Gomes (PDT), acusou o candidato Pedro Henrique (MDB) de ser apoiado por corruptos como o ex-deputado federal Eduardo Cunha e o presidente Michel […]

30/05/2018 | Madson Vagner

A campanha para a eleição suplementar em Santana do Cariri parece entrar na fase do desespero, com a proximidade do pleito que acontece no próximo domingo, 3 de junho. O ex-governador Cid Gomes (PDT), acusou o candidato Pedro Henrique (MDB) de ser apoiado por corruptos como o ex-deputado federal Eduardo Cunha e o presidente Michel Temer, ambos do MDB.

Em resposta, o grupo oposicionista, liderado pelo candidato Pedro Henrique, lembrou que o próprio Cid é acusado de receber R$ 24 milhões em propina da JBS e continua sendo investigado pela operação Lava Jato por corrupção.

 

PT FORA. Ainda sobre apoios, o deputado federal José Guimarães, vice-presidente nacional do PT, desautorizou e avalia como mentirosa a divulgação de que o ex-presidente Lula e o governador Camilo Santana (PT) estariam apoiando o candidato do PDT, Vicente Brilhante. Apesar de fazer parte da coligação, a maioria dos petistas já abandonou a campanha, inclusive o deputado Guimarães.

 

DONO DA CIDADE. O esposo da ex-prefeita Danieli Machado, o senhor Teófilo Machado, gravou áudio anunciando que manda na cidade é que, com sua chegada, tudo iria se resolver. Para a oposição o áudio é uma clara manifestação de tentativa de fraudar a eleição através de compra de votos. O material está sendo entregue ao Ministério Público Eleitoral e a Polícia Federal.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: