e-Política
MadsonVagner
Sob ameaça de greve geral, servidores federais se reúnem em Brasília

Sob a convocação do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), representantes de organizações sindicais do funcionalismo público Federal de todo o país estão em Brasília, neste domingo, 17. No encontro será traçado um plano de mobilização contra a reforma da Previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro. O governo anunciou medidas que, […]

17/02/2019 | Madson Vagner

Sob a convocação do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), representantes de organizações sindicais do funcionalismo público Federal de todo o país estão em Brasília, neste domingo, 17. No encontro será traçado um plano de mobilização contra a reforma da Previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro.

O governo anunciou medidas que, segundo as entidades, atacam os direitos dos trabalhadores. São questionadas decisões como o aumento das alíquotas de contribuição para até 14%; além da elevação da idade mínima para 62 anos (mulheres) e 65 anos (homens) com transição de apenas 12 anos.

Os servidores sinalizam que haverá resistência do conjunto dos trabalhadores do país. No próximo dia 20, servidores federais, estaduais e municipais participam de uma Assembleia Geral convocada pelas Centrais Sindicais, com o objetivo de dar largada para uma campanha unificada contra a reforma da Previdência.

A atividade, com caráter nacional, ocorrerá na Praça da Sé, no Centro da capital paulista. Na pauta da mobilização, a construção de um “dia nacional de protestos e paralisações contra a reforma e em defesa do direito à aposentadoria”, além da sinalização de greve geral. Também será definido o calendário nacional de mobilização.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: