e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
TRE cassa presidente da Câmara de Milagres; mas ele se mantém no cargo até decisão do TSE

Apesar de se manter no cargo, o presidente Beto Mitrado está inelegível. No TRE a decisão foi unanime, o que, dificulta uma reviravolta no TSE.

11/09/2019 | Madson Vagner

A manutenção da cassação do diploma do presidente da Câmara de Milagres, vereador Beto Mitrado (MDB), pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ajudou a aumentar a dor de cabeça do prefeito Lielson Landim (PDT). Na presidência da Casa a situação deve continuar tranquila para o prefeito, já que, o substituto de Beto, vereador Lorim (MDB), e ligado ao gestor.

O problema é o suplente Israel Santos (MDB) que, quando assumir promete fazer grande barulho na Câmara contra a administração de Lielson. Quando assumir, porque a decisão que cassou Beto é de primeira instância e cabe recursos. Ele deve recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e permanece no cargo até o trânsito em julgado.

Apesar da brecha na lei, Beto Mitrado está inelegível, ou seja, sem direito a reeleição. No TRE, a decisão foi unanime, o que, dificulta uma reviravolta no TSE.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: