e-Política
MadsonVagner
Bola da vez no esquema das “laranjas”, ministro do Turismo tem R$ 400 mil em casa

A queda de Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência, não coloca um fim no escândalo que toma conta do governo Jair Bolsonaro (PSL). Segundo matéria do Jornal O Estado de S. Paulo, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, teve ganhos reais de 280%, em dinheiro vivo mantido em casa, em apenas dois anos. Segundo […]

20/02/2019 | Madson Vagner

A queda de Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência, não coloca um fim no escândalo que toma conta do governo Jair Bolsonaro (PSL). Segundo matéria do Jornal O Estado de S. Paulo, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, teve ganhos reais de 280%, em dinheiro vivo mantido em casa, em apenas dois anos.

Segundo a Justiça Eleitoral, entre as eleições de 2016 e 2018, a reserva em espécie guardada por Marcelo passou de R$ 105 mil para R$ 400 mil. Eleito deputado federal pela segunda vez em 2018, o ministro alega ter bancado do bolso 64% de sua campanha e que teria recebido doações da mãe e do PSL. A suspeita é que ele tenha se beneficiado do esquema de candidaturas laranjas.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: