e-Política
MadsonVagner
Depois de reviravolta, Bebianno continua ameaçado de exoneração

Em mais um capítulo da disputa interna que marca o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o secretário geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno pode ser exonerado na segunda-feira, 18. A informação é SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) que, junto com a Rede Record, funcionam como uma espécie de porta vozes da família do […]

16/02/2019 | Madson Vagner

Em mais um capítulo da disputa interna que marca o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o secretário geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno pode ser exonerado na segunda-feira, 18. A informação é SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) que, junto com a Rede Record, funcionam como uma espécie de porta vozes da família do presidente.

Segundo o SBT, o próprio presidente Jair Bolsonaro já teria assinado a exoneração, que não foi encaminhada por ter sido dado prazo até a segunda-feira, para que Bebianno anunciasse sua saída. Após uma reunião com ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na sexta-feira, 15, Bebianno recebeu a garantia que permaneceria no cargo.

Além das disputas internas e as constantes falhas na comunicação do governo, agora as expectativas giram em torno do que o secretário teria de denúncia contra o presidente Bolsonaro. Bebianno chegou a afirmar que se caísse levaria Bolsonaro junto.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: