e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Em Milagres, inabilidade do prefeito Lielson prejudica aterro e outros oito municípios

Os municípios do Cariri Oriental podem perder o um Aterro Sanitário. Tudo por um problema político do prefeito de Milagres, Lielson Landim, com a Câmara.

10/07/2019 | Madson Vagner

Os municípios do Cariri Oriental podem perder o investimento para a implantação de um Aterro Sanitário consorciado. Tudo por um problema político do prefeito de Milagres, Lielson Landim, com a Câmara de Vereadores. Sem influência na Câmara, o prefeito viu o seu ex-aliado na presidência da mesa diretora, o vereador Beto Mitrado, cancelar a sessão extraordinária que votaria o projeto no dia 2 de julho.

O projeto teria que ser apreciado em caráter de urgência até o dia 8, segunda-feira, para que a gestão seja respaldada para sediar o empreendimento. A desarticulação política de Lielson pode prejudicar os municípios de Abaiara, Aurora, Barro, Brejo Santo, Jati, Penaforte, Porteiras, Mauriti, além do próprio Milagres. Caso Lielson não resolva o problema, os municípios perderão R$ 3 milhões a serem investidos pelo Governo do Estado.

Falta habilidade

Sem possibilidade de reverter a situação com a Câmara, o prefeito Lielson apelou em pronunciamento aos vereadores, mas com foco na sensibilização da população. Não deu certo. Uma nova sessão foi marcada para o dia 5 de julho, mas 4 dos 11 vereadores não compareceram à sessão. Eram necessários, no mínimo, oito votos para que o projeto fosse aprovado. O prefeito retirou o projeto de pauta.

O curioso é que parte dos vereadores que boicotam o projeto já foram da base do prefeito, incluindo o presidente Beto Mitrado. Eles romperam com a gestão insatisfeitos com o desprestígio dispensado aos aliados. Lielson colhe os frutos da sua inabilidade. Os oito municípios, que já aprovaram seus respectivos projetos, assistem incrédulos a situação política do prefeito milagrense que beira o caos.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: