Em entrevista ao Jornal O Estado de S. Paulo, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira, declarou rompimento com o presidente Michel Temer. Eunício se nega a votar em Henrique Meirelles e sinaliza voto em Ciro Gomes. Apesar do enfrentamento, Eunício garante que não deixa o MDB.

Momentos antes da entrevista de Eunício, o presidente Temer oficializava a pré-candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Planalto. O curioso é que o anúncio aconteceu durante o lançamento do programa “Encontro com o Futuro”. Temer acredita que Meirelles unirá o partido em torno de uma candidatura própria. A resposta foi imediata.

Ainda na terça-feira, Eunício e Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, uniram forças contra o Governo Temer para barrar as altas de combustíveis. Pressionada, a equipe econômica do Planalto decidiu zerar a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) cobrada nos combustíveis.

Em entrevista ao Jornal O Estado de S. Paulo, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira, declarou rompimento com o presidente Michel Temer. Eunício se nega a votar em Henrique Meirelles e sinaliza voto em Ciro Gomes. Apesar do enfrentamento, Eunício garante que não deixa o MDB.

Momentos antes da entrevista de Eunício, o presidente Temer oficializava a pré-candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Planalto. O curioso é que o anúncio aconteceu durante o lançamento do programa “Encontro com o Futuro”. Temer acredita que Meirelles unirá o partido em torno de uma candidatura própria. A resposta foi imediata.

Ainda na terça-feira, Eunício e Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, uniram forças contra o Governo Temer para barrar as altas de combustíveis. Pressionada, a equipe econômica do Planalto decidiu zerar a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) cobrada nos combustíveis.

e-Política
MadsonVagner
Em rompimento à vista, Eunício diz que não vota em Meirelles

Em entrevista ao Jornal O Estado de S. Paulo, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira, declarou rompimento com o presidente Michel Temer. Eunício se nega a votar em Henrique Meirelles e sinaliza voto em Ciro Gomes. Apesar do enfrentamento, Eunício garante que não deixa o MDB.

Momentos antes da entrevista de Eunício, o presidente Temer oficializava a pré-candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Planalto. O curioso é que o anúncio aconteceu durante o lançamento do programa “Encontro com o Futuro”. Temer acredita que Meirelles unirá o partido em torno de uma candidatura própria. A resposta foi imediata.

Ainda na terça-feira, Eunício e Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, uniram forças contra o Governo Temer para barrar as altas de combustíveis. Pressionada, a equipe econômica do Planalto decidiu zerar a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) cobrada nos combustíveis.

23/05/2018 | Madson Vagner

Em entrevista ao Jornal O Estado de S. Paulo, o presidente do Congresso, Eunício Oliveira, declarou rompimento com o presidente Michel Temer. Eunício se nega a votar em Henrique Meirelles e sinaliza voto em Ciro Gomes. Apesar do enfrentamento, Eunício garante que não deixa o MDB.

Momentos antes da entrevista de Eunício, o presidente Temer oficializava a pré-candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles ao Planalto. O curioso é que o anúncio aconteceu durante o lançamento do programa “Encontro com o Futuro”. Temer acredita que Meirelles unirá o partido em torno de uma candidatura própria. A resposta foi imediata.

Ainda na terça-feira, Eunício e Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, uniram forças contra o Governo Temer para barrar as altas de combustíveis. Pressionada, a equipe econômica do Planalto decidiu zerar a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) cobrada nos combustíveis.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: