e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Entre “tchutchuca” e “é a mãe”, audiência com Paulo Guedes na CCJ acaba em confusão

Após mais de seis horas de intensa pressão, o ministro caiu na provocação do deputado Zeca Dirceu (PT), que avaliou sua ação na reforma de forma pejorativa.

04/04/2019 | Madson Vagner

A presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara dos Deputados acabou em bate-boca proporcionado pela bancada de oposição. Sob os argumentos contrários à reforma da Previdência, Guedes foi bombardeado, enquanto a base aliada do governo ficou em silêncio.

Após mais de seis horas de intensa pressão, o ministro caiu na provocação do deputado Zeca Dirceu (PT), que avaliou sua ação na reforma de forma pejorativa. Dirceu disse que Guedes é “tigrão” com os aposentados, mas “tchutchuca” com privilégios dos mais ricos. Guedes respondeu dizendo que “tchutchuca é a mãe, a avó…” disse.

Antes a deputada Gleisi Hoffman desafiou o ministro sobreviver por apenas um mês com R$ 400 reais. O deputado José Guimarães, disse estar decepcionado. Para Guimarães, o ministro não convenceu sobre a necessidade da aprovação da reforma nos termos propostos.

A sessão foi encerrada com a intervenção da polícia legislativa. Deputados aliados do Governo Bolsonaro prometem pedir a abertura de processo por decorro parlamentar.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: