e-Política
MadsonVagner
*PUBLICIDADE
Idilvan Alencar, Pedro Bezerra e José Guimarães criticam a reforma da Previdência

Os três deputados federais mais votados no Cariri se posicionaram contra a reforma da Previdência da maneira como está. Devem votar contra.

05/06/2019 | Madson Vagner

Os deputados federais Idilvan Alencar (PDT), Pedro Bezerra (PTB) e José Guimarães (PT), mais votados no Cariri, aproveitaram a Festa do Pau da Bandeira em Barbalha para criticar a reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro.

Idilvan Alencar garantiu que não vota na reforma da Previdência da forma como está. “O Brasil precisa da reforma, mas não que atinja as pessoas mais pobres,” disse. Idilvan informou que está com uma emenda constitucional, com 190 assinaturas, para retirar os professores da reforma.

Sobre o governo Bolsonaro, Idilvan avalia que os tempos estão difíceis em Brasília e “o governo não mostrou para que veio e não tem um projeto de Desenvolvimento para o Brasil”. Para ele, o governo Bolsonaro “só fala em reforma da Previdência; é um samba de uma nota só”.

Pedro Bezerra observa que existem muitas divergências e pontos polêmicos. Disse ser contra a reforma porque ela não contempla as pessoas das área rurais do Brasil. “Os municípios mais pobres dependem muitos do benefícios dos programas de transferência de renda e das aposentadorias,” disse.

José Guimarães disse que o PT vai jogar pesado para que a reforma não passe. “O país não precisa dela (reforma da Previdência) e ela não é para resolver o problema fiscal do país; é para penalizar os mais pobres e retirar direitos da mulher trabalhadora,” disse.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: