e-Política
MadsonVagner
Promessa não se cumpre e Bebianno continua ministro

A expectativa gerada em torno da queda do secretário geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, acabou não se concretizando e ele continua no cargo que tem status de ministro. Segundo o SBT, rede de TV pertencente a Silvio Santos, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, a exoneração já estaria assinada pelo próprio presidente e seria […]

18/02/2019 | Madson Vagner

A expectativa gerada em torno da queda do secretário geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, acabou não se concretizando e ele continua no cargo que tem status de ministro. Segundo o SBT, rede de TV pertencente a Silvio Santos, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, a exoneração já estaria assinada pelo próprio presidente e seria publicada nesta segunda-feira, 18, no Diário Oficial da União, o que não aconteceu.

A informação, também, foi confirmada pelo jornal O Estado de São Paulo, no sábado, 16. O próprio Gustavo Bebianno havia dito que tinha recebido sinalizações de que sua dispensa sairia no Diário Oficial desta segunda-feira. Os governistas, no entanto, não descartam uma edição extra ao longo do dia. Segundo informações, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, estaria atrás de saída “honrosa” para Bebianno.

Recentemente, ao saber da exoneração, Bebianno chegou a ameaçar Bolsonaro ao dizer que se caísse o levaria junto. Depois disse que só sairia de forma honrosa. Segundo O Estado, o nome do general Floriano Peixoto é o mais cotado para assumir o lugar de Bebianno na pasta.

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: