O enfrentamento entre petistas começa a ganhar ares de disputa interna. Depois do presidente partido no Ceará, Moisés Braz, desmentir a presidente nacional Gleisi Hoffmann, agora foi a vez das bancadas de deputados federais e senadores tentarem desqualificar os governadores petistas do Nordeste.

Na quarta-feira, dia 16, as duas bancadas responderam à movimentação dos governadores que pedem a abertura de diálogo com outras siglas sobre a corrida presidencial. Os petistas do Congresso divulgaram uma nota reforçando o apoio à candidatura de Lula ao Planalto.

A nota diz que a eleições só serão democráticas se todas as forças políticas puderem participar de forma livre e justa. “Não podemos fazer concessões na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos de Lula”, pontua.

Os governadores petistas começaram um movimento para que o partido comece a discutir o cenário das eleições sem a participação de Lula. Uma reunião entre os nove governadores do Nordeste e Minas Gerais, está marcada para esta sexta-feira, 18, em Recife, Pernambuco.

O enfrentamento entre petistas começa a ganhar ares de disputa interna. Depois do presidente partido no Ceará, Moisés Braz, desmentir a presidente nacional Gleisi Hoffmann, agora foi a vez das bancadas de deputados federais e senadores tentarem desqualificar os governadores petistas do Nordeste.

Na quarta-feira, dia 16, as duas bancadas responderam à movimentação dos governadores que pedem a abertura de diálogo com outras siglas sobre a corrida presidencial. Os petistas do Congresso divulgaram uma nota reforçando o apoio à candidatura de Lula ao Planalto.

A nota diz que a eleições só serão democráticas se todas as forças políticas puderem participar de forma livre e justa. “Não podemos fazer concessões na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos de Lula”, pontua.

Os governadores petistas começaram um movimento para que o partido comece a discutir o cenário das eleições sem a participação de Lula. Uma reunião entre os nove governadores do Nordeste e Minas Gerais, está marcada para esta sexta-feira, 18, em Recife, Pernambuco.

e-Política
MadsonVagner
PT x PT. Deputados e senadores peitam governadores para garantir Lula candidato

O enfrentamento entre petistas começa a ganhar ares de disputa interna. Depois do presidente partido no Ceará, Moisés Braz, desmentir a presidente nacional Gleisi Hoffmann, agora foi a vez das bancadas de deputados federais e senadores tentarem desqualificar os governadores petistas do Nordeste.

Na quarta-feira, dia 16, as duas bancadas responderam à movimentação dos governadores que pedem a abertura de diálogo com outras siglas sobre a corrida presidencial. Os petistas do Congresso divulgaram uma nota reforçando o apoio à candidatura de Lula ao Planalto.

A nota diz que a eleições só serão democráticas se todas as forças políticas puderem participar de forma livre e justa. “Não podemos fazer concessões na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos de Lula”, pontua.

Os governadores petistas começaram um movimento para que o partido comece a discutir o cenário das eleições sem a participação de Lula. Uma reunião entre os nove governadores do Nordeste e Minas Gerais, está marcada para esta sexta-feira, 18, em Recife, Pernambuco.

18/05/2018 | Madson Vagner

O enfrentamento entre petistas começa a ganhar ares de disputa interna. Depois do presidente partido no Ceará, Moisés Braz, desmentir a presidente nacional Gleisi Hoffmann, agora foi a vez das bancadas de deputados federais e senadores tentarem desqualificar os governadores petistas do Nordeste.

Na quarta-feira, dia 16, as duas bancadas responderam à movimentação dos governadores que pedem a abertura de diálogo com outras siglas sobre a corrida presidencial. Os petistas do Congresso divulgaram uma nota reforçando o apoio à candidatura de Lula ao Planalto.

A nota diz que a eleições só serão democráticas se todas as forças políticas puderem participar de forma livre e justa. “Não podemos fazer concessões na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos de Lula”, pontua.

Os governadores petistas começaram um movimento para que o partido comece a discutir o cenário das eleições sem a participação de Lula. Uma reunião entre os nove governadores do Nordeste e Minas Gerais, está marcada para esta sexta-feira, 18, em Recife, Pernambuco.

Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: