e-Política
MadsonVagner
Vereadora da esquerda é assassinada no Rio de Janeiro

A violência no Rio de Janeiro chega na zona do Poder. Na noite desta quarta-feira (14), a vereadora Marielle Franco (Psol) foi morta a tiros numa rua da região central do Rio de Janeiro. Marielle foi baleada quando voltava de um evento político no bairro da Lapa. No carro estavam um motorista, que também morreu […]

15/03/2018 | Madson Vagner

A violência no Rio de Janeiro chega na zona do Poder. Na noite desta quarta-feira (14), a vereadora Marielle Franco (Psol) foi morta a tiros numa rua da região central do Rio de Janeiro. Marielle foi baleada quando voltava de um evento político no bairro da Lapa. No carro estavam um motorista, que também morreu no local e uma assessora que sobreviveu ao ataque. A parlamentar se dirigia para sua casa.

Marielle foi a quinta vereadora mais votada no Rio de Janeiro nas eleições de 2016. Socióloga por formação na PUC-RJ e mestra em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF), a parlamentar já trabalhou em organizações da sociedade civil como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm).

A vereadora tinha 38 anos e tinha como bandeira política o combate à violência contra a mulher, defesa dos direitos humanos e dos moradores de favelas. Nos últimos dias, Marielle vinha questionando a violência e a política de segurança implantada no Rio. Entre suas últimas postagens nas redes sociais a vereadora disse: “Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?”

*PUBLICIDADE
*PUBLICIDADE
Especial/Reportagem

Livro

Leia Também: